Junho Azul Celeste alerta para a importância dos Centros de Materiais e Esterilização

Junho Azul Celeste alerta para a importância dos Centros de Materiais e Esterilização

Cada instituição de saúde é composta por diversos setores. Maiores ou menores, todos eles são imprescindíveis ao bom atendimento dos pacientes. Nos hospitais, entretanto, há um que costuma ser conhecido como o seu “coração”. É o Centro de Materiais e Esterilização (CME) – cujo valor é exaltado ao longo o mês de junho.

Designado “Azul Celeste” por um movimento que visa reconhecer os profissionais que garantem a disponibilidade de todos os instrumentos necessários à realização dos mais diversos procedimentos, o período de 30 dias evidencia a incomensurável responsabilidade do seu ofício. Afinal, qualquer falha durante o processamento implica em um possível comprometimento na esterilização, aumentando o risco de infecção durante ou após cirurgias. “O CME é um setor de apoio associado à qualidade dos serviços prestados”, descreve a enfermeira responsável pelo Centro do Hospital Notre Dame São Sebastião, Irmã Marli Auziliero. “Nossos profissionais zelam pela vida de todos os pacientes. E o CME é responsável por garantir a segurança na assistência à saúde”, conclui a religiosa.